Método PDCA: saiba como implementar na oficina mecânica

O mundo da administração é cercado por siglas, que geralmente representam estratégias desenvolvidas com a intenção de organizar e alavancar os negócios nos diferentes ramos de atuação. Isso acontece, por exemplo, com o método PDCA (Plan, Do, Check, Action), em que cada letra equivale a um tipo de ação a ser desenvolvida.

O objetivo deste artigo é explicar o que é e para que serve essa ferramenta, além de apresentar suas etapas e os seus benefícios, a fim de que você possa implementá-la na sua oficina mecânica. Acompanhe!

O que é o método PDCA?

O método PDCA é uma ferramenta de gestão que funciona como um ciclo, pois quando colocado em prática, as suas etapas giram de maneira contínua. O nome deriva das palavras da língua inglesa: Plan (planejar), Do (fazer), Check (checar) e Action (agir).

A sua origem não é recente, pois acredita-se que esse conceito, desenvolvido pelo norte-americano Walter Andrew Shewhart, em 1920, trata-se de uma adaptação de um modelo científico do cientista, filósofo e político Francis Bacon, em 1620.

Quais são as etapas do método PDCA?

O método PDCA não é complicado, funcionando a partir das quatro etapas que deram origem ao seu nome. Saiba quais são elas.

Plan

Planejar é o primeiro passo do ciclo. Sabemos que isso não é nenhuma novidade: toda atividade, por mais simples que seja, deve ser planejada ou projetada. No entanto, essa etapa pode ser aplicada tanto em atividades novas como naquelas existentes que estão apresentando alguma falha ou precisando de melhorias.

Nesse momento, são estabelecidas as metas de execução ou correção. Essa é a hora de colocar a cabeça para funcionar, visto que devem ser utilizados métodos com índices para avaliar a equipe de execução e observar se as etapas do projeto estão sendo atendidas com fidelidade. Você pode até mesmo adquirir softwares próprios para a gestão de oficinas que ajudem nessa tarefa,

Do

Após o estabelecimento do plano e das metas para atingir o produto ou os serviços desejados, é o momento de fazer acontecer. Nessa fase do ciclo, é importante respeitar o projeto e evitar possíveis desvios. Use métodos práticos, pois isso evitará que você se perca no caminho e desperdice o tempo gasto no planejamento.

Check

A etapa de checar trabalha com o planejamento e o período de execução da atividade. Aqui você deve utilizar as ferramentas de avaliação do projeto e acompanhar se tudo está caminhando de acordo com o previsto. Caso contrário, pode ser que seja necessário algum ajuste no processo de execução. Dessa maneira, prejuízos são evitados.

Action

Esse é o momento de agir, em que você junta todos os dados do produto ou serviço executado para definir se as ações podem ser padronizadas, em caso de resultados positivos, ou se necessitam de reavaliação em um novo planejamento.

Quais são os benefícios do método PDCA?

O método PDCA proporciona benefícios para sua oficina, independentemente do tamanho do seu estabelecimento. Veja quais são eles:

  • evita prejuízos de mão de obra e material, pois todas as atividades são planejadas;
  • aumenta a competitividade, devido à padronização dos processos;
  • melhora a visibilidade da empresa e aumenta a clientela, pois os serviços mantêm a qualidade.

Dessa forma, se o método PDCA for implantado rigorosamente em todas as suas quatro etapas, certamente você colherá as vantagens citadas acima e atingirá as suas metas de gestão, aumentando os seus lucros. Recomendamos que você não dê espaço para a intuição. Assim, evitará desvios na trajetória do ciclo.

Achou o assunto interessante? Continue no blog e conheça as seis melhores práticas de atendimento em oficinas mecânicas.

186

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *