Conheça a importância de um checklist de entrada e saída na oficina!

Você vai ao supermercado sem fazer uma lista do que é realmente necessário comprar? Pois saiba que este é o melhor caminho para esquecer vários itens, talvez até alguns dos mais importantes. O mesmo vale para quem trabalha no ramo da manutenção automotiva, no qual o checklist para oficina pode fazer toda a diferença na satisfação e segurança dos clientes.

Checklist? Caso você nunca tenha ouvido essa palavra antes, saiba que se trata de um termo de origem inglesa que pode ser traduzido livremente como “lista de controle”. Essa lista, quando usada corretamente, ajuda a manter o andamento das tarefas no ritmo certo, sem que a gente esqueça nada. Um dos tipos mais usados no ramo são os checklists de entrada e saída de veículos.

Quando se fala em checklist de entrada, é fundamental que conste a lista de todos os itens que devem ser consertados no automóvel. Já no checklist de saída, deve ficar comprovado que esses mesmos itens foram reparados ou substituídos, e que o carro está 100% em condições de ser utilizado. Quer saber mais sobre o assunto? A gente conta tudo neste artigo. Confira!

Benefícios do checklist para oficina

No caso de quem trabalha em uma oficina mecânica, os checklists de entrada e saída podem e devem ser usados para facilitar o entendimento dos serviços prestados e melhorar a comunicação com os clientes. Veja alguns benefícios:

  • trazem mais segurança para a oficina e para o cliente, já que ao verem uma lista de tudo o que precisa ser consertado no automóvel, ambos alinham as expectativas antes de o trabalho ser executado;
  • permitem que a oficina demonstre transparência em relação ao serviço prestado;
  • possibilitam o controle de avarias, entre outros.

O que deve constar do checklist de entrada e saída

Para que o checklist de entrada e saída da oficina seja verdadeiramente efetivo e de fato promova segurança, transparência e controle, alguns itens são fundamentais.

Informações do veículo

Devem constar no checklist as informações básicas do veículo, tais como número da ordem de serviço, quilometragem, data e hora de entrada e saída, nível do combustível, placa ou chassi e nome do cliente.

Com esses dados devidamente registrados, evita-se qualquer constrangimento ou desgaste com o cliente a respeito do carro ter sido utilizado indevidamente ou ter sofrido alguma modificação durante sua estadia na oficina.

Inspeção interna e externa

Também devem fazer parte do checklist dados referentes à inspeção interna e externa do automóvel: aqui entram informações relacionadas a avarias, como lataria amassada ou riscada, partes quebradas ou faltantes, entre outras.

Devem ser incluídos, ainda, itens que constam ou não no veículo, como extintor de incêndio, calotas, estepe, macaco, rádio, manual, entre outros. Tudo para garantir a segurança tanto do cliente quanto da própria oficina.

Dados técnicos

Os dados mais técnicos a respeito das condições do veículo também devem marcar presença no checklist. Aqui, entram itens relacionados à qualidade dos acionamentos internos (como embreagem e luzes indicativas), injeção eletrônica (por exemplo, velas, filtros de ar e combustível), compartimento do motor (como nível de água e óleo, vazamentos, condições das correias e tensores), além de tudo o que for referente à geometria, sistema de freios, escapamento, amortecedores e demais partes que possam ter necessidade de manutenção.

Vale ressaltar que esses dados técnicos podem fazer parte de um outro checklist mais detalhado, dentro da oficina.

Outras vantagens de organizar as atividades em listas

Os checklists são muito úteis na hora de organizar a entrada e a saída de veículos da oficina, mas também têm outras funcionalidades. As listas ajudam a colocar em ordem as compras de peças e equipamentos, a realizar um planejamento financeiro (que inclui pagamento de contas, salários e impostos) e todas as demais tarefas do dia a dia.

Uma oficina é uma empresa, e nenhum negócio prospera sem organização. Pode parecer algo secundário, mas a verdade é que atitudes simples como listar tarefas que devem ser feitas tornam sua oficina mais produtiva, capaz de cumprir prazos e, consequentemente, pronta para atrair mais clientes e aumentar a lucratividade.

Contudo, nada disso precisa ser feito à moda antiga, com papel e caneta. Contar com um bom sistema de gestão, capaz de dar o suporte necessário ao seu checklist, mantendo-o organizado e facilmente acessível, é fundamental.

Caso queira conhecer mais sobre soluções de checklist para oficina, entre em contato com a MOTORsw agora mesmo! Teremos o maior prazer em tirar suas dúvidas.

609

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *