fbpx

Qual a importância de emitir nota fiscal na oficina? Entenda

crise econômica

Emitir nota fiscal (NF) é um procedimento gerencial que organiza as práticas tributárias de uma oficina mecânica. Além disso, por meio de recurso, é possível conseguir informações relevantes, que não se limitam somente às questões fiscais, mas também a outros assuntos.

Graças a esses dados e documentos é possível transformá-los em dados completos e precisos, essenciais para todo o negócio. Dessa forma, saber gerenciar esses registros é uma tarefa crucial para o seu estabelecimento.

Foi pensando nessa realidade que elaboramos este conteúdo. Nele, você entender a importância de gerar e gerenciar NFs para o sucesso do seu empreendimento. Acompanhe!

Por que emitir nota fiscal na oficina mecânica?

Ao comercializar produtos e/ou serviços, a NF precisa ser emitida para que a transação seja computada e, ao mesmo tempo, para que os tributos sejam calculados e pagos.

A nota fiscal também protege o consumidor, pois garante o direito de troca ou reclamação em casos de venda de mercadorias com defeito ou de não prestação de serviços.

Logo, ao não emiti-la na sua oficina, você não cumpre a lei comercial e faz com que a sua clientela se sinta insegura, o que reduz as chances de retorno em outras oportunidades. Portanto, esse documento é essencial para seu estabelecimento transmitir segurança e credibilidade no mercado.

O próprio registro de entradas e saídas é uma operação que influencia diversos departamentos da empresa (compra, venda, reposição, contabilidade etc.). Por isso, a NF é um documento que precisa ser produzido no sistema de gestão da sua oficina, a fim de gerar relatórios financeiros para outros setores.

Quem deve emitir nota fiscal?

Toda empresa aberta deve emitir nota fiscal de tudo aquilo que é vendido. A única exclusão ocorre quando o prestador do serviço é microempreendedor individual (MEI) e seu cliente é uma pessoa física. Nesse sentido, a emissão da NF não é necessária. Porém, se o consumidor exigir o documento, ainda que o prestador seja MEI, ele terá de fornecê-la.

Os tipos de nota fiscal

Conheça as modalidades de nota que podem ser oferecidas no seu estabelecimento:

  • nota fiscal de serviço (NFS-e) — lançada para registrar a prestação de serviços e, por isso, é uma das mais utilizadas em oficinas mecânicas regularizadas. Ela incide o Imposto Sobre Serviço (ISS), que é vinculado ao município onde a empresa reside;
  • nota fiscal de produto (NF-e) — registra a venda de mercadorias e serve de prova para devoluções, garantias, transferências, etc. A NF-e incide o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ou simplesmente ICMS);
  • cupom fiscal — utilizado para registrar a venda de produtos. É mais simples do que a NF de produto e pode ser gerado sem os dados do consumidor. Também está vinculada à cobrança do ICMS.

Quais as vantagens de emitir nota fiscal por meio de um software?

Com o apoio de uma ferramenta automatizada, sua oficina conseguirá resultados positivos logo nos primeiros meses, como economia de tempo, liberação de tarefas para a equipe, ganho de produtividade e eliminação de erros durante a geração de NFs.

Aqui, vale mencionar outras vantagens que vão além de emitir nota fiscal. Um software de gestão para oficinas pode melhorar a rotina de trabalho de todos os envolvidos, pois ele emite ordens de serviço, cadastra clientes e peças, controla o estoque, gerencia o caixa e o financeiro, emite relatórios, gera fatura eletrônica e facilita o processo de venda.

O sistema Motorsw faz tudo isso e muito mais! Ficou interessado? Então veja 6 práticas de atendimento em oficinas mecânicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *